quarta-feira, 29 de março de 2017

Segredo.29.14


12 comentários:

  1. Lamento muito. Mas neste momento não pode fazer nada por esse amor. Mas pode fazer por si. Ame se, cuide se é trate de si. E vai ver que passa. Se precisar de ajuda, estou à disposição.

    ResponderEliminar
  2. Também perdi o amor da minha vida à cerca de dois anos porque provavelmente nunca soube ser madura para cuidar dele. A diferença é que não somos amigos e ele deve pensar que já nem me lembro dele o que não é de todo verdade, porque ainda o amo.
    Acho que o melhor que podes fazer, ainda assim, é ficares o mais longe possível dele porque assim ainda deve doer mais. Muita força. Beijo
    S.V.

    ResponderEliminar
  3. não perdeste nada...
    deixa-o estar sossegadinho (e feliz) e faz-te à estrada...
    ainda tens muitos grandes amores pela frente...

    ResponderEliminar
  4. Se ele tem outra não devias ser o grande amor da vida dele...

    ResponderEliminar
  5. Conselho: não penses nisso. Deixa-o estar. Eventualmente, afasta-te dele. Para teu bem, para bem dele e da pessoa com quem ele agora está. Ser amiga do ex-namorado, quando ainda há sentimentos envolvidos, nunca é boa ideia. Sobretudo se houver outra pessoa envolvida, que não tem culpa nenhuma de nada.

    Sai com os teus amigos, com os teus amigos "originais" e não os amigos dele (ou que também são amigos dele), diverte-te, cuida de ti. A sério.

    ResponderEliminar
  6. Acho tão triste não lutar pelo que se ama, seja porque motivo for. Se amamos verdadeiramente a outra pessoa, porque a deixamos partir?

    Talvez não fosse o momento ou a pessoa certa, mesmo que ainda não o pareça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até podemos achar que é o amor da nossa vida mas há faltas de respeito, consideração e empatia que não se pode passar por cima mesmo quando se ama alguém porque se o fizermos podemos virar um tapete no qual ele põem os pés em cima é faz o que quer. O amor só não chegua e nenhum relação vive só com amor é muito mais

      Eliminar
    2. Concordo a cem por cento!
      Eu interpretei o medo e insegurança por questões de falta de autoconfiança e autoestima.

      Agora com o seu comentário, reli o segredo e penso que interpretou no sentido de a outra pessoa não respeitar o/a autor/a e não merecer consideração, respeito e investimento na relação.
      Se for isso, estou plenamente de acordo consigo! Nenhum amor justifica que nos pisem :)

      Eliminar
  7. Dois anos é muito tempo na vida de uma pessoa. Até pode amá-lo e sentir falta dele e sentir-se arrependida de nao ter agido de forma diferente no passado. Mas quem garante que se tivesse agido para ficar com ele a relacao teria resultado? Isso lembra-me as minhas "paixoes" platónicas da adolescencia em que de vez em quando ainda penso "o que teria sido se..?"... Nao se martirize, ame-o se quiser ou se tiver que ser mas ame-se ainda mais a si. O sofrimento está demodé...faça esse luto (mas faça rápido, 2 anos já lá vao) e vá viver a sua vida...

    ResponderEliminar
  8. A vida continua. E afinal de contas já passaram 2 anos.
    E sinceramente, são mesmo amigos ou é só na sua cabeça?
    Ele seguiu com a vida dele, faça o mesmo

    ResponderEliminar
  9. Só se lembrou agora que ele arranjou outra. Isso não é amar, é dor de cotovelo.

    ResponderEliminar
  10. Tiveste medo e insegurança, alguém não teve e agora está a aproveitar a sua oportunidade. Pensa nisso.
    No entretanto continua a tua vida, de nada adianta estares a tentar recuperar o que não aproveitaste na devida altura.

    ResponderEliminar