quarta-feira, 29 de março de 2017

Segredo.29.17


18 comentários:

  1. Que sentimento tão triste, o seu. Não pode fazer nada em relação ao sentimento em si, mas pode fazer em relação à atitude que toma. E a inércia também é uma atitude...

    ResponderEliminar
  2. Espero que isso te dê força para mudares a tua vida e seres tu também feliz!

    ResponderEliminar
  3. Não és feliz mas és invejosa...ainda bem que tens dois cotovelos.

    NM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ???
      Qual é a pertinência deste comentário? Completamente destituído de coerência.

      Eliminar
    2. Coerente é porque é verdade a autora é invejosa porque não é feliz e não consegue ver os outros felizes. Até pode ser involuntário mas se assim o é não sei porque é que ela não faz alguma coisa para mudar

      Eliminar
  4. esse odeio não te leva a lado nenhum...
    e se o casal não te faz feliz "descasala-te"...

    ResponderEliminar
  5. É o que ainda te mantêm aí ?

    ResponderEliminar
  6. Com essa inveja toda nunca vais ser feliz,se odeias é porque és ma ou mau,o bem estar dos outros te faz mal,o Karma é a pior coisa,o que odeias dos outros é o que te cai em cima,não mereces melhor !!!
    Só para invejares mais um bocadinho:Temos 50 anos de casados e de felicidade,foi o meu primeiro amor e eu também o seu,era e é bonito mesmo hoje já com a idade que temos,temos filhos netos e bisneta.
    A única coisa que não vais invejar é que já tivemos o cancro os dois,que se apoiamos um ao outro já la vão 22 anos,ele vinte.
    Não vais invejar que perdemos um filho,que nesse dia foi um pedaço de nós do nosso coração que foi embora com ele.
    Mas somos os dois num,somos fieis,rabugentos 10 minutos e um beijo tudo passa,não te conto mais que ficavas invejosa/o,enquanto tiveres essa mentalidade,nunca!!!li bem!!!nunca terás sorte pois o karma vai virar esse ódio contra ti.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enfim....que comentário mais desnecessário.

      Eliminar
  7. É porque essas pessoas têm as suas vidas vidas com uma boa estabilidade!

    ResponderEliminar
  8. Se não és feliz está na hora de começares a pensar seguir o teu caminho. Não penses que tudo se resolve por si mesmo.

    ResponderEliminar
  9. Não podes culpar os outros por tu teres falhado, cada um tem o direito de ser feliz á sua maneira, tenho pena, pois compreendo perfeitamente o que é sentir isso, mas por favor, nao sejas egoista. Tambem iras ser feliz ao lado de alguem, a vida é longa

    ResponderEliminar
  10. não passa m segredo sem que as feministas aconselhem o divórcio, arghhhhh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nao, é muito mais sensato a ficar num casamento infeliz....nao corresse ela o risco de de divorciar e vir um dia a sentir-se realizada na vida pessoal...Nao, isso seria uma tragédia.

      Eliminar
    2. Feministas?

      Ela não é feliz. tem duas hipóteses: 1) procurar o erro e procurar corrigi-lo (o que deveria ser feito a dois, a menos que ela conclua que o erro é (mais) dela); 2) concluindo que nada há que possa resolver o problema, divorciar-se e permitir-se ser feliz.

      Eliminar
  11. Adoro ver casais felizes porque me fazem ver como é bom ter uma boa relação com quem partilho a minha vida!! Se não estás satisfeita com a tua relação actual trabalha para que mude...isto se considerares que vale o esforço,onde há amor há vontade.boa sorte

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também. Aliás, acho que se em algum momento "invejasse" a relação dos outros, só podia concluir que algo de errado estava na minha relação, se não ficaria invejosa. Quase usar como exemplo e pensar que não tenho que me contentar com o menos se posso ter mais.

      Eliminar
  12. Se se e infeliz como casal (se se fazem infelizes um ao outro) entao mal por mal mais vale estar sozinha...as vezes a culpa nao e de ninguem, simplesmente os feitios/personalidades nao funcionam juntos, ou ha valores/ projectos de vida diferentes (as tais diferencas irreconciliaveis). Tambem ja tive relacionamentos falhados, wue acabaram apos muito insistir naquilo que nao tinha conserto. Nao guardo ressentimentos absolutamente nenhuns e apesar de naquela altura ter custado cortar definitivamente, tenho a certeza que foi o melhor para ambas as partes. As vezes o que falta e as pessoas serem honestas, principalmente com elas proprias. Nao ha nada neste mundo (no outro nao sei) que seja eterno, a unica certeza que nos e dada e a morte. Mas ja que aqui estamos, vamos ser felizes?

    ResponderEliminar