segunda-feira, 17 de julho de 2017

Segredo.17.10


34 comentários:

  1. Então, como mãe, transmita esses ensinamentos aos seus filhos e incentive-os a fazer o mesmo já que parece ser uma fórmula de sucesso....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você deve ser um clone do DZ.

      Eliminar
    2. Já tinha pensado nisso!

      Eliminar
    3. Já pensei que será a mesma pessoa!!! Haja paciência para os aturar...

      Eliminar
    4. Anónimo(13:40),

      Se esse tal DZ costuma fazer comentários como os meus, então só pode ser uma pessoa bastante inteligente e você também por ter sabido fazer a devida referência...

      Eliminar
    5. Anónimo(14:53),

      No meio de 3 há sempre um que pensa bem. :)

      Eliminar
    6. Anónimo(16:53),

      Tenha lá calma amigo. Fume você também um charrinho que isso passa...

      Eliminar
    7. Neste caso "amiga".. eu calma.. n preciso de charros

      Eliminar
  2. Eu também, mas são assim uns 2 ou 3.....e que bem que me faz!!!!! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que noutras situações não seja mesquinho/a e moralista!

      Eliminar
    2. O meu primo fuma ganza varias vezes ao dia. Nós não podemos dizer nada,temos mente fechada segundo ele. Os meus tios nem desconfiam. Mas adora criticar-nos: a comida, a roupa... Gosta de criticar mas não gosta de ouvir!
      Se gostam de fumar ganza, assumam-se e não se façam de santinhos!!! Se são liberiais para umas coisas, têm de ser para outras!

      Eliminar
  3. Mulheres assim tendem a ser mais criativas. Tendem a ser um pouco rebeldes. Não é que gostem de causar problemas, simplesmente têm um espírito mais livre. Fumar um charro por dia é mais saudável que fumar um maço de cigarros ou beber álcool.

    NM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confirmo anónimo das 11.51, falo por mim, claro. Sou mulher, tenho 48 anos, e todos os dias fumo. Há quem beba um martini, um whisky, ou vinho às refeições, ou um digestivo. Eu, por exemplo, não gosto de bebidas alcoólicas. Cada um come, bebe ou fuma o que mais gosta, e ninguém tem de apontar. Só tem de não fazer o mesmo, se não concordar!
      Só por curiosidade, nenhum dos meus filhos (que já são adultos) fuma, nem cigarros.

      Eliminar
    2. Anónimo (11:51),

      hahahahaha....esta agora foi mesmo espectacular. Fuma porque está viciada no consumo de uma droga mas essa dependência faz dela uma pessoa LIVRE!! Hahahaha...a sério, vocês são de partir o coco a rir! :)

      Eliminar
    3. Anónimo (17:53),

      Não é curiosidade nenhuma. Uma coisa é aquilo que julgamos ser e outra coisa é aquilo que as outras pessoas vêem em nós. Tem muitos filhos de pais bêbados que nunca quiseram meter-se no álcool por ver o exemplo do pai, por isso, se calhar não foi nada por acaso que o seus filhos nunca quiseram fumar...

      Eliminar
    4. Francisco, você antes de vir para o shiuuu comentar os comentários, devia tomar o seu comprimido. Já todos percebemos, que é uma pessoa doente, com a mania que sabe tudo. Deve ser daqueles com grande dificuldade em arranjar amigos e em estabelecer vínculos afetivos. Já sei que a seguir vem contrariar tudo o que disse com lindas palavras tiradas da Wikipédia.


      NM

      Eliminar
    5. NM, agora já percebi o comentário do azedo...
      Toquei-lhe numa ferida, foi? Oh...tadinha. Os comprimidos não chegariam para nada. Para tentar compreender o que vejo muitas vezes escrito no Shiuuuu acho que vou ter de começar a fumar também uns charritos, porque assim, nos meus delírios, até a senhora irá parecer-me normal. E eu irei parecer-lhe menos doente depois de fumar umas ganzas. :)
      Não tenho dificuldades em arranjar amigos pois eles já me acompanham desde o tempo da escola e neste momento a minha situação é exactamente a oposta. a minha dificuldade é mandá-los para a casa deles. A sério, há alturas que eles chateiam à brava. Vínculos afectivos? Já tenho a minha mulher, porquê que eu havia de precisar mais do que isso?
      Palavras tiradas da Wikipédia? Mas isso quer dizer o quê? é a vossa nova moda de querer insultar alguém com luva branca? Vá lá procurar qualquer frase minha que seja tirada de lá. Se encontrar alguma, prometo que lhe dou um leitãozinho. :)

      Eliminar
  4. Vamos todos fumar um charro por dia....via a liberalização das drogas...
    Haja paciência !!! VB

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já pensou na quantidade de drogas que ingere por dia?

      NM

      Eliminar
    2. Com os meus votos,nunca.

      Eliminar
  5. Nunca o fiz mas não condeno quem o faz. Cada um sabe de si mas esteja preparada para, um dia mais tarde, ter que explicar isso ao seu filho/a. Melhor que ninguém saberá explicar vantagens e consequências!

    ResponderEliminar
  6. A sério que esta gente não sabe mesmo que o consumo regular da cannabis provoca transtornos psicóticos de entre as quais se destaca a esquizofrenia?
    Há um estudo cientifico que fala sobre isso mas aposto que rasgaram as folhas para fazer um charro com ele...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, que cambada de ignorantes !!
      Ignorantes com educação académica , o que é muito grave.
      Um coisa é ocasional (cujos danos podem ser menores), outra coisa é regular.

      Eliminar
    2. Francisco:
      É verdade. Provoca mesmo. Mas não é em toda a gente. Normalmente o que acontece é que ou a pessoa já tem uma predisposição genética a esses transtornos, ou esses mesmos transtornos já estão presentes de forma latente; em ambos os casos, o que o THC faz é trazer esses transtornos para a superfície. Pessoalmente não acho isto muito mau, na medida em que ficando a pessoa consciente dos transtornos que tem, poderá então começar finalmente a tratar-se. Depois existem os outros casos, que são a maioria: em que um charrinho (ou dois, ou três, ou mais) não só não provocam qualquer dano, como inclusive são benéficos a vários níveis.
      Isto é como tudo na vida, Francisco. O auto-conhecimento é sempre um ponto fulcral na relação do ser humano seja lá com o que for. A moderação também. No fundo o que pesa na nossa vida é a utilidade que damos às coisas, e não as coisas em si.

      Eliminar
    3. Vera, concordo consigo. Mas a ser verdade que apenas uma parte da população tem uma predisposição genética para esses transtornos, que será potenciada/agravada pelo consumo regular deste tipo de drogas, existe alguma forma objectiva de alguém saber que não faz parte desse dito grupo para poder seguir por esse caminho? Tomando em consideração que as sequelas futuras são demasiado graves para uma grande parte das pessoas será que vale a pena arriscar saber se somos uma delas?

      Eliminar
    4. Se a predisposição já existe, é apenas uma questão de tempo até que o transtorno se manifeste em todo o seu esplendor. Até talvez seja mais conveniente se o agente catalisador for um charro, do que, imagine-se por exemplo, um problema familiar ou profissional.

      Eliminar
    5. Leiam esta notícia:

      http://expresso.sapo.pt/sociedade/2015-11-27-Fumar-canabis-danifica-o-cerebro

      Eliminar
  7. Se relaxa e acalma faz muito bem :). desde que não se vicie, e que se mantenha sempre de uma forma imparcial ás drogas não vejo nenhum drama. Eu fumo tabaco não sou viciada mas sabe-me bem. por isso vai dar ao mesmo estamos a falar de algo super relaxante sendo que grande parte dos medicamentos ditos calmantes têm por base a mesma planta.
    Que tenhas uma optima vida
    AR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AR, desde que não se vicie? só se fosse algo muito ocasional. Do tipo uma vez por mês. Agora, se um for um consumo regular - do tipo algumas vezes por dia - a pessoa pode jurar a pés juntos que não mas a verdade é que ele está viciada. E se está viciada, nunca será uma pessoa livre. É escrava do vicio..

      Eliminar
    2. Sim tens razão Francisco, mas um vicio só é um vicio se não consegues passar um dia sem o fazer e se quando não o fazes ficas a ressacar por mais. Talvez a autora do segredo não tenha esse vicio.
      Eu fumo mas passo bem o fim de semana todo sem fumar ou até mais tempo e não ressaco.Já com o café a historia é outra senão o beber fico mesmo ressacada. Espero que ela não seja escrava do vicio...

      Eliminar
    3. AR, no desabafo a autora diz fumar um charro todos os dias, logo, é um consumo regular. Assim, é natural que ela esteja viciada. Não sei a idade ela, mas se tiver mais de 30 com este ritmo de consumo é natural que ela já sofra de algumas anomalias psíquicas e nem sequer se tenha dado conta disso. Só quem "lida" com ela é que poderá fazê-lo.

      Eliminar
    4. Como tudo o que é medicamento/droga tem efeitos secundários. Com isto não tem que ter obrigatoriamente anomalias psíquicas, talvez mais rapidamente tenha problemas respiratórios do que perturbações mentais.

      Eliminar
  8. Estou nas mesmas condições que tu. E não vejo mal nenhum nisto. Só o faço em casa, à noite e com o meu marido para relaxar. E sabe tão bem.

    ResponderEliminar